Cooperativas responderam por 33,8% das exportações do agronegócio paranaense em 2020

As cooperativas agropecuárias do Paraná responderam por 33,8% do valor exportado pelo agronegócio paranaense em 2020. É o que revela o levantamento feito pela Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar (Getec), com base em dados do Agrostat – Estatísticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). No ano passado, os embarques do setor agropecuário paranaense atingiram a soma de R$ US$ 13,3 bilhões, dos quais US$ 6,1 bilhões referentes à comercialização do complexo soja (45,6%), US$ 2,8 bilhões em carnes (21,0%) e US$ 2,2 bilhões em produtos florestais (16,7%). Esses são os principais itens da pauta de exportações do agronegócio no Estado.
 
Desempenho – Segundo o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, o desempenho das cooperativas é fruto de um trabalho realizado há muitos anos na profissionalização de suas equipes e, principalmente, no investimento de produtos demandados pelo mercado internacional. “Também é reflexo do processo de agregação de valor das matérias-primas produzidas pelos cooperados. Atualmente, há 18 cooperativas paranaenses que fazem exportações diretas, entre as 59 cooperativas agropecuárias registradas na Ocepar”, acrescentou.
 
Maiores exportadoras – A Coamo, com US$ 1,5 bilhão, montante que representa 33% total embarcado por todas as cooperativas do Paraná; a Lar, com US$ 811,1 milhões (18,1%); e a C.Vale, com US$ 485,2 bilhões (10,8%), foram responsáveis por 61,9% das vendas externas do segmento cooperativista paranaense efetuadas em 2020.
 
Nacional – O relatório da Getec mostra ainda que, em âmbito nacional, o agronegócio brasileiro exportou um total de US$ 100,8 bilhões no ano passado, o que corresponde a um aumento de 4,1% em relação ao valor registrado no mesmo período de 2019, que foi de US$ 96,9 bilhões. O ano de maior faturamento em exportações do setor foi 2018, com US$ 101,2 bilhões. Os principais produtos embarcados pelo país, em valor, foram os do complexo soja, que atingiram US$ 35,2 bilhões (35%), carnes, com US$ 17,2 bilhões (17%), e produtos florestais, com US$ 11,4 bilhões (11,3%).
 
Mercados – Entre os mercados que mais compraram do Brasil no ano passado destacam-se a China, com um total de US$ 34,3 bilhões (34%), União Europeia, US$ 16,1 bilhões (16%), e Estados Unidos, US$ 7,1 bilhões (7%).
 
Estados – Em 2020, os principais estados exportadores de produtos do agronegócio brasileiro foram o Mato Grosso US$ 17,9 bilhões (17,7%), São Paulo US$ 17,2 bilhões (17,1%) e o Paraná US$ 13,3 bilhões (13,2%).
 
(Agrostat)

Continue Lendo

29 Jan Falece em Rolândia Herbert Bartz, pioneiro do plantio direto na palha

Falece em Rolândia Herbert Bartz, pioneiro do plantio direto na palha

Sem categoria

Faleceu na madrugada dessa sexta-feira (29), em Rolândia, no Paraná, o produtor Herbert Bartz, aos 83 anos. Bartz foi um dos pioneiros da introdução do Sistema de Plantio Direto na Palha. Segundo informações repassadas por sua filha, a pesquisadora Marie Bartz, Herbert faleceu por falência múltipla dos órgãos, em decorrência de uma pneumonia. Ele deixa […]

Mais Detalhes
25 Jan Cooperativas responderam por 33,8% das exportações do agronegócio paranaense em 2020

Cooperativas responderam por 33,8% das exportações do agronegócio paranaense em 2020

Economia

As cooperativas agropecuárias do Paraná responderam por 33,8% do valor exportado pelo agronegócio paranaense em 2020. É o que revela o levantamento feito pela Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar (Getec), com base em dados do Agrostat – Estatísticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). No ano […]

Mais Detalhes
08 Oct Agro brasileiro perde Osmar Amaral, fundador da Nortox

Agro brasileiro perde Osmar Amaral, fundador da Nortox

Institucional

Faleceu nesta quinta-feira (08), em Apucarana, no Norte do Paraná, Osmar Amaral, que há 66 anos fundou a Nortox apostando na agricultura como a maior geradora de divisas para o Brasil. Ele tinha 95 anos e deixa viúva dona Dirce, além de filhos, netos e bisnetos.   A trajetória de Osmar Amaral está diretamente ligada […]

Mais Detalhes