Chuvas em excesso deverão acentuar o aparecimento de doenças

As chuvas no sul do país não estão dando trégua nas últimas duas semanas e a previsão é de que mais dias assim estejam por vir. De acordo com prognósticos, o mês será de precipitações constantes e com volumes muito acima da média. A combinação entre dias chuvosos e frios pode acentuar o aparecimento de doenças e afetar a produtividade, principalmente nas áreas de milho safrinha no Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Os volumes previstos são muito elevados, em algumas localidades os totais devem chegar aos 300 mm, o que é muito alto para esta época do ano, quando as médias variam de aproximadamente 50 mm no oeste e norte do PR a 120 mm na maior parte do Rio Grande do Sul.

Sendo assim, ainda serão observados alagamentos em algumas localidades do sul do Brasil. Há ainda previsão de massas de ar muito frias chegando ao sul do Brasil, com formação de geadas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e também no centro-sul do Paraná. (Agrolink)

 

Continue Lendo

26 Mar Mensagem ao produtor rural, aos nossos clientes e fornecedores

Mensagem ao produtor rural, aos nossos clientes e fornecedores

Geral

Milhões de pessoas estão isoladas em suas casas devido à pandemia do coronavírus. Porém, para que essas pessoas fiquem em casa, muitas outras precisam trabalhar para garantir itens básicos, como o pão na mesa. É assim no campo, onde o produtor segue trabalhando de sol a sol, é assim com as empresas de transporte, com […]

Mais Detalhes
13 Fev Milho: Mercado brasileiro deve manter preços firmes durante todo ano

Milho: Mercado brasileiro deve manter preços firmes durante todo ano

Economia

O mercado brasileiro de milho deverá manter seus preços fortes e remuneradores durante todo o ano de 2020, segundo avalia o analista Roberto Carlos Rafael, da Germinar Corretora. Os estoques baixos e a demanda firme – tanto no consumo interno, quanto para exportação – deverão ser os dois principais fatores de sustentação dos valores. Rafael […]

Mais Detalhes
27 Jan Silos públicos do Porto de Paranaguá voltam a receber cargas

Silos públicos do Porto de Paranaguá voltam a receber cargas

Economia

Depois de reformas e um ostensivo controle de pragas, os silos públicos horizontais do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá voltam a receber carga. Localizados no cais, em frente aos berços 212 e 213, os armazéns são destinados ao farelo de soja. A expectativa dos operadores é movimentar 120 mil toneladas do produto pela […]

Mais Detalhes