Chicago: milho tem leve alta escorado em progresso das lavouras aquém do esperado

O relatório sobre o progresso das safras, divulgado nesta segunda pelo USDA, deixou a desejar quanto ao milho. Nada desastroso, mas o suficiente para os fundos testarem altas nesta manhã de terça (27) nos futuros na Bolsa de Chicago (CBOT).

Às 9h35, os três vencimento de 2017 variavam 2 pontos no positivo: julho US$ 3,61, setembro US$ 3,69 e dezembro US$ 3,79.

Ficou em 67%, igual na semana anterior, o índice de lavouras em boas e excelentes condições, pouca coisa abaixo do se esperava depois das chuvas da semana passada.

De acordo com reporte do site Agriculture, “os analistas esperavam que a cultura melhorasse devido à chuva que caiu em partes do Centro-Oeste”.

São esperadas mais chuvas para esta semana, o que pode melhorar o clima seco que ainda persiste em várias regiões produtoras do Meio-Oeste americano.

Brasil

Na BM&F Bovepa ainda não há negócios com o futuro de setembro, permanecendo com a cotação da véspera, em R$ 26,65. O contrato de novembro tem alta em estabilidade de 0,04%, a R$ 26,51. (Notícias Agrícolas)

 

Continue Lendo

26 Mar Mensagem ao produtor rural, aos nossos clientes e fornecedores

Mensagem ao produtor rural, aos nossos clientes e fornecedores

Geral

Milhões de pessoas estão isoladas em suas casas devido à pandemia do coronavírus. Porém, para que essas pessoas fiquem em casa, muitas outras precisam trabalhar para garantir itens básicos, como o pão na mesa. É assim no campo, onde o produtor segue trabalhando de sol a sol, é assim com as empresas de transporte, com […]

Mais Detalhes
13 Fev Milho: Mercado brasileiro deve manter preços firmes durante todo ano

Milho: Mercado brasileiro deve manter preços firmes durante todo ano

Economia

O mercado brasileiro de milho deverá manter seus preços fortes e remuneradores durante todo o ano de 2020, segundo avalia o analista Roberto Carlos Rafael, da Germinar Corretora. Os estoques baixos e a demanda firme – tanto no consumo interno, quanto para exportação – deverão ser os dois principais fatores de sustentação dos valores. Rafael […]

Mais Detalhes
27 Jan Silos públicos do Porto de Paranaguá voltam a receber cargas

Silos públicos do Porto de Paranaguá voltam a receber cargas

Economia

Depois de reformas e um ostensivo controle de pragas, os silos públicos horizontais do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá voltam a receber carga. Localizados no cais, em frente aos berços 212 e 213, os armazéns são destinados ao farelo de soja. A expectativa dos operadores é movimentar 120 mil toneladas do produto pela […]

Mais Detalhes