Soja volta a subir de preço no Brasil

Influência é das valorizações do Dólar e pela Bolsa de Chicago

 

As cotações da soja tiveram nesta quarta-feira (25.04) um dia de altas no mercado físico brasileiro, influenciadas pelas valorizações do Dólar e da Bolsa de Chicago. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, em média os preços subiram 1,63% nos portos e 0,71% no interior do País (índices do Cepea).

 

No Rio Grande do Sul, no melhor momento, o mercado bateu R$ 88,50/saca sobre rodas no porto, com prazo curto, contra R$ 82,50 do dia anterior, alta de 7,27% no mercado físico. Para pagamento no final de maio o preço chegou a R$ 89,00/saca. “Mas fechou a R$ 87,30 no final do dia, porque os prêmios cederam (fecharam entre 130-135). Em Passo Fundo a indústria pagou R$ 82,50/saca. O mercado futuro esteve completamente quieto”, afirma o analista da T&F Luiz Fernando Pacheco.

 

No Paraná a saca chegou a R$ 81,50 em Guarapuava e em Cascavel, R$ 82,00 no norte do estado (Campo Mourão, Luiziana, Mamborê, Roncador, Maringá, Floraí, Itambé, Boa Esperança, Farol). Já na região de Londrina, Astorga, Sertanópolis, Cambé e Sabáudia o preço FOB chegou a R$ 82,50, pagamento 29/6. Em Ponta Grossa balcão R$ 80,00, spot R$ 83,00/saca, pagamento curto, R$ 86,00 para pagamento 29/6. Vendedores, porém, tentando segurar as ofertas. Em Paranaguá, para pagamento 29/06 o preço oscilou entre R$ 88,00 / 88,50.

 

“No Mato Grosso do Sul o mercado segue muito firme. As Tradings não tem mais logística para maio, retiradas só para junho e julho. Hoje saíram negócios a R$ 77,00/saca em Dourados, R$ 75,00 em Maracaju, R$ 76,00 em Campo Grande, R$ 74,00 em São Gabriel e Chapadão do Sul.

 

Para a safra de 2019 os preços subiram também, com negócios em Maracaju a R$ 72,00 para embarques em fevereiro e março”, conclui Pacheco. (Fonte: Agrolink)

 

Continue Lendo

10 Ago Safra deve alcançar 300 milhões de ton em dez anos

Safra deve alcançar 300 milhões de ton em dez anos

Sem categoria

Nos próximos dez anos o Brasil vai produzir 69 milhões de toneladas a mais de grãos, saltando de 232 milhões de toneladas para de 302 milhões t em 2027/2028, puxadas principalmente pela soja (156 milhões t) e o milho (113 milhões t), com incremento estimado em 30%. As carnes (bovina, suína e de frango) devem […]

Mais Detalhes
23 Jul Guerra comercial: Brasil deve assumir ponta na soja

Guerra comercial: Brasil deve assumir ponta na soja

Economia

O Brasil pode substituir os norte-americanos como maior produtor de soja do mundo   Analistas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) indicaram que tanto a China quanto os EUA poderão ter prejuízos relacionados à soja com a disputa comercial travada entre os dois países. De acordo com informações do portal Agriculture, a situação […]

Mais Detalhes
04 Jul Brasil não tem onde armazenar safra recorde de grãos

Brasil não tem onde armazenar safra recorde de grãos

Economia

Segundo estimativa de maio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra brasileira de grãos de 2018 superará, novamente, suas projeções iniciais. Até o momento, o resultado deve ser o segundo maior da história, com previsão de mais de 232 milhões de toneladas, ganho de 1,3% em relação ao relatório do mês anterior. Além disso, […]

Mais Detalhes