Contratação de crédito rural até outubro soma R$ 64 bilhões

A contratação do crédito rural pelo Plano Agrícola e Pecuário (PAP) por médios e grandes produtores rurais atingiu R$ 64 bilhões, de julho a outubro deste ano, 26% a mais do que na safra anterior em igual período. Para o secretário de Política Agrícola, Wilson Vaz de Araújo, a liberação de recursos continua forte, tanto de custeio quanto de investimento. “Nossa expectativa, é que, daqui para frente, a demanda por custeio se reduza, e aumente a procura por recursos para investimento”, afirma.
 
Os dados da contratação constam do Relatório de Financiamento Agropecuáriode liberação de recursos da safra 2018/2019, divulgado pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), nesta quinta-feira (8).
 
Houve aumento de aplicação em todas as finalidades do crédito. No custeio, o aumento foi de 20%, correspondendo a um total aplicado de R$ 37,4 bilhões. A industrialização cresceu 49%, totalizando R$ 3 bilhões, e a comercialização teve alta de 30% superior à safra passada, somando R$ 11,3 bilhões. Os investimentos somam aplicações, no período, de R$ 12,5 bilhões, 38% acima de igual período da safra anterior.
Quanto aos programas específicos de investimento, o Sistema do Banco Central (SICOR) contabilizou mais de R$ 4 bilhões aplicados, nesses primeiros quatro meses da safra, pelo Moderfrota ((Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras), correspondendo a aumento de 62% em relação à safra passada.
 
Moderagro (Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais), ABC (Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura), Inovagro e PCA também são destaques, contabilizando aumentos de 287%, 141%, 113% e 103%, respectivamente.
 
De acordo com o estudo, o número de contratos aumentou em 7%, contabilizando 258 mil operações. A atividade agrícola representou 74% do valor aplicado, ou R$ 47,4 bilhões. Já a pecuária contou com R$ 16,7 bilhões contratados.
 
Quanto às fontes de recursos, a poupança rural controlada se destaca com participação de 36%, no total das contratações do crédito rural, o que representam R$ 22,8 bilhões. Quanto aos recursos com taxas de juros livres, as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA’s) registraram montante aplicado de R$ 7,8 bilhões, sendo que destes, R$ 5,7 bilhões a taxas de até 8,5% ao ano.
 
De acordo com o secretário, a demanda por recursos deve ser suficiente para a futura safra. “Estamos atentos e monitorando a necessidade de fazer ajustes, deslocando recursos para os programas de investimento que apresentarem maior procura por parte dos produtores rurais”.
 
(Mapa)

Continue Lendo

26 Mar Mensagem ao produtor rural, aos nossos clientes e fornecedores

Mensagem ao produtor rural, aos nossos clientes e fornecedores

Geral

Milhões de pessoas estão isoladas em suas casas devido à pandemia do coronavírus. Porém, para que essas pessoas fiquem em casa, muitas outras precisam trabalhar para garantir itens básicos, como o pão na mesa. É assim no campo, onde o produtor segue trabalhando de sol a sol, é assim com as empresas de transporte, com […]

Mais Detalhes
13 Feb Milho: Mercado brasileiro deve manter preços firmes durante todo ano

Milho: Mercado brasileiro deve manter preços firmes durante todo ano

Economia

O mercado brasileiro de milho deverá manter seus preços fortes e remuneradores durante todo o ano de 2020, segundo avalia o analista Roberto Carlos Rafael, da Germinar Corretora. Os estoques baixos e a demanda firme – tanto no consumo interno, quanto para exportação – deverão ser os dois principais fatores de sustentação dos valores. Rafael […]

Mais Detalhes
27 Jan Silos públicos do Porto de Paranaguá voltam a receber cargas

Silos públicos do Porto de Paranaguá voltam a receber cargas

Economia

Depois de reformas e um ostensivo controle de pragas, os silos públicos horizontais do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá voltam a receber carga. Localizados no cais, em frente aos berços 212 e 213, os armazéns são destinados ao farelo de soja. A expectativa dos operadores é movimentar 120 mil toneladas do produto pela […]

Mais Detalhes