xxxxxxxxxxxxxxxx

Etanol: Preço do hidratado se eleva pela 18ª semana consecutiva

O preço do etanol hidratado registra alta pela 18ª semana consecutiva no estado de São Paulo. Isso porque distribuidoras anteciparam os negócios nas primeiras semanas de janeiro e, agora, mostram menor interesse de compra, o que arrefeceu o ritmo de alta nos valores do biocombustível. Os repasses dos aumentos nas cotações nos últimos meses no segmento varejista fizeram com que o etanol hidratado perdesse a competitividade frente à gasolina C, o que também influenciou o menor interesse das distribuidoras.

Do lado das usinas, houve baixa presença de vendedores, visto que muitas unidades estão em entressafra. As poucas usinas ativas no spot negociaram a preços menores. De 15 a 19 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado fechou a R$ 1,8550/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), ligeiro aumento de 0,18% em relação à semana anterior. (Fonte: Cepea)

Milho: expectativa de produtividade aumenta no Paraná, Goiás, Minas Gerais e São Paulo

A AgRural revisou nesta semana os seus números para a primeira safra de milho 2017/2018. Sem alterações na área, que segue estimada em 2,8 milhões de hectares, a produção de milho verão do Centro-Sul do Brasil teve um leve incremento, passando dos 19,7 milhões de toneladas estimados em dezembro para 19,9 milhões. Na safra 2016/2017, a produção da região foi de 25 milhões de toneladas.

O pequeno aumento da produção de milho em relação ao mês anterior deveu-se à melhora da expectativa das produtividades de Paraná, Goiás, Minas Gerais e São Paulo. Os incrementos nesses estados superam as perdas causadas pela falta de umidade em dezembro e início de janeiro no Rio Grande do Sul. A produtividade média do Centro-Sul é estimada pela AgRural em 117,7 sacas por hectare, ante 116,7 sacas na projeção de dezembro e 123,9 sacas na safra 2016/17.

Produção brasileira de milho verão

Somando-se a estimativa da AgRural para o Centro-Sul com os números da Conab para o Norte/Nordeste, a produção brasileira de milho verão na safra 2017/18 fica em 25,1 milhões de toneladas, ante 24,9 milhões na estimativa do mês passado e 30,5 milhões de toneladas na safra 2016/17.

Segunda safra de milho

Para a safrinha de milho, a AgRural segue com a estimativa divulgada em 15/dez, de 59,2 milhões de toneladas. Essa produção é resultado de uma queda prevista de 11,2% na área plantada (para 10,8 milhões de hectares) e da linha de tendência de produtividade. Os números serão revistos no início de fevereiro.

Produção total

Com a revisão da safra de verão, a produção total de milho do Brasil na safra 2017/18 é estimada agora em 84,3 milhões de toneladas, contra 84,1 milhões na estimativa de dezembro e 97,6 milhões na safra 2016/17, informou a AgRural em comunicado. (SFagro)